Como preparar o cão para a chegada do bebê


É muito comum que as pessoas não preparem seus cães para a chegada do novo membro da família (bebê) e alguns cães acabam mudando de comportamento por conta disso. É muito importante que nos preocupemos com isso, pois nossos cães sofrem bastante com as mudanças que ocorrem na sua vida por conta da chegada do bebê.

Vamos ver algumas coisas que desde cedo você pode começar a fazer, para evitar que seu filho cão sofra e mude de comportamento quando seu irmãozinho(a) chegar.

1 – Antes do bebê chegar, pense em tudo que irá mudar na sua rotina, o que você não poderá mais fazer com seu cão, que atualmente você faz, por exemplo:

Digamos que você saia para passear com ele 3 vezes ao dia, mas quando o bebê chegar, você só poderá passear 2 vezes. Comece desde agora a gradativamente diminuir a quantidade de passeio, um dia você passeia apenas duas vezes, no outro dia as três vezes, dois dias seguido apenas dois passeios diários e assim por diante, até que ele se acostume com a nova rotina de dois passeios diários. Isso serve para qualquer coisa que você não poderá mais fazer com ele, ok? Assim como o lugar que o cãozinho come e dorme, continuará no mesmo lugar? Ele poderá subir no sofá? Pense em tudo antes, mas as mudanças precisam acontecer gradativamente, para não gerar estresse para ele.

2 – Ele poderá entrar no quarto do bebê? Se a resposta for não, antes mesmo da chegada dele, não permita que seu cachorro entre, para que ele não associe a restrição com a criança.

3 – Quando o bebê nascer, deixe ele um tempo com uma certa roupinha ou manta e depois de a seu cão, para que ele vá se acostumando com o cheiro de seu irmãozinho. Lembrando que é pelo cheiro que os cães reconhecem tanto o ambiente quanto a seus familiares.

4- Recompense seu cachorro sempre que estiver próximo do bebê, lhe faça carinho, dê petiscos, assim ele associará a presença da criança com coisas boas. Algumas pessoas esperam o bebê dormir, ou estar com outra pessoa para dar atenção ao cachorro, mas desta forma ele irá associar que só tem atenção dos donos, se a criança não estiver por perto e não é isso o que queremos.

5 – Nunca afaste e brigue com seu cão se ele tentar se aproximar do bebê, deixe aos poucos ele ir se aproximando mais, para ir se familiarizando. Caso contrário, ele pode passar a não gostar da criança, pois sempre que ele tenta se aproximar, alguém briga com ele.

 

Com essas dicas, você tornará a chegada do seu bebê muito mais agradável para seu cão e você.

texto bog Farroupilha.